Pular para o conteúdo

16/09/2020

 

Porto Alegre, 16 de setembro de 2020                                              Ano 14 - N° 3.307

Argentina - Grande salto nas exportações de lácteos em julho   

Lácteos/AR – Cresceram mais de 50% tanto em volume como em faturamento no mês de junho. O Brasil continua sendo o principal destino dos produtos lácteos argentinos. 

O Observatório da Cadeia Láctea da Argentina (Ocla) elaborou um relatório com base nos dados consolidados das exportações de julho que foram divulgados pelo Departamento Nacional do Leite do Ministério da Agricultura Pecuária e Pesca (MAGyP). Houve crescimento de 59,1% em volume e de 53,2% em valores no mês de julho de 2020, em relação a junho de 2020.

A variação das exportações por produtos em US$ para o período de janeiro a julho de 2020 foi:
- 51,1% para leite em pó;
- 22,7% para queijos em suas diferentes formas;
- 17,5% para outros produtos (doce de leite, manteiga, manteiga, soro, etc);
- 8,7% de produtos como lactose, caseína iogurtes, etc).   

Em litros equivalente leite, as exportações representaram nesses 7 meses, 22,5% da produção total (no ano passado foram 20%), absorvendo perto de 379 milhões de litros de leite adicionais em relação ao mesmo período do ano passado. Cabe destacar que neste período houve 492 milhões mais de produção e 103 milhões de litros equivalentes leite a mais no estoque inicial.

No que se refere ao leite em pó em geral, no período janeiro-julho de 2020 houve crescimento de 72,3% em volume e de 82% em dólares, e o valor unitário médio aumentou 5,6% em dólares (cabe mencionar que isto é sobre o mix de leites em pó e não de um produto em particular).

Por último, os gráficos representam o total das exportações em volume e em dólares no período janeiro-julho de 2020, em função do tipo de produto exportado e com base no mercado de destino.

O principal produto exportado, tanto em volume como em valor continua sendo o leite em pó integral (fundamentalmente em embalagens de 25 kgs) e os queijos que representam 18,1% e 22,8%, respectivamente.

O principal destino de nossas exportações continua sendo o Brasil, tendo participação de 27% nas remessas, tanto em volume como em dólares. Depois vem de perto a Argélia e um pouco mais na frente, mantendo uma participação importante, vem a Rússia. (TodoAgro – Tradução livre: Terra Viva)

                     

Conseleite – Mato Grosso do Sul 
A diretoria do Conseleite – Mato Grosso do Sul atendendo os dispositivos do seu Estatuto, aprova e divulga os valores de referência para a matéria-prima, referente ao leite entregue no mês de Agosto de 2020 e a projeção dos valores de referência para o leite a ser entregue no mês de Setembro de 2020. Os valores divulgados compreendem os preços de referência para o leite padrão levando em conta o volume médio mensal de leite entregue pelo produtor.

OBS: (1) Os valores de referência da tabela são para a matéria-prima leite “posto propriedade”, o que significa que o frete não deve ser descontado do produtor rural. Nos valores de referência está incluso Funrural de 1,5% a ser descontado do produtor rural 

(2) O valor de referência para o “Leite Padrão” corresponde ao valor da matéria-prima para um volume médio diário de até 100 litros por dia, com 3,00 a 3,5% de gordura, 2,90% a 3,30% de proteína, 200 a 400 mil c/ml de células somáticas e 150.001 a 300 mil ufc/ml de contagem bacteriana. 

(3) Visando apoiar políticas de pagamento da matéria-prima leite conforme parâmetros de qualidade e volume, o Conseleite Mato Grosso do Sul disponibiliza um simulador para o cálculo de valores de referência para o leite analisado em função do volume e de seus teores de gordura, proteína, contagem de células somáticas e contagem bacteriana. O simulador está disponível no seguinte endereço eletrônico: sistemafamasul.com.br/conseleitems/

Lactalis anuncia aquisição da divisão de queijo natural da Kraft Heinz

A Lactalis, um dos maiores grupos de laticínios mundiais, firmou um acordo definitivo para a aquisição das empresas de queijos naturais, ralados, cultivados e especiais da Kraft Heinz nos Estados Unidos, queijos ralados no Canadá e todo o negócio de queijos fora da América do Norte.

Com esta aquisição, a Lactalis irá adquirir um portfólio de marcas icônicas e fortemente posicionadas que incluem Cracker Barrel, Breakstone’s, Knudsen, Polly-O, Athenos, Hoffman’s e, fora dos EUA e Canadá, Cheez Whiz. Além disso, a Kraft Heinz irá partilhar com a Lactalis uma licença perpétua para queijos naturais, ralados e queijos Velveeta.

Sob os termos da transação, a Lactalis irá adquirir três instalações de produção da Kraft Heinz localizadas em Tulare (CA), Walton (NY) e Wausau (WI) e um centro de distribuição em Weyauwega, WI. Aproximadamente 750 funcionários da Kraft Heinz ingressarão na Lactalis e a empresa contratar outros empregados americanos para apoiar este negócio após o fechamento da transação, que está prevista para o primeiro semestre de 2021, sujeito a aprovações regulatórias.

“O pessoal da Kraft Heinz construiu um portfólio extraordinário de produtos de queijo de alta qualidade e marcas que os consumidores amam e confiam e estamos honrados por termos sido escolhidos para ajudar a levar esse legado adiante”, disse

Thierry Clément, CEO da Lactalis North America. “Esta combinação de ofertas é um ajuste estratégico e cultural que criará importantes oportunidades para a expansão nacional e internacional, inovação de produtos e impacto positivo na comunidade e nos funcionários. Estamos ansiosos para trabalhar e aprender com nossos novos colegas, construindo nossas orgulhosas histórias juntos e continuando nossa estratégia de colaboração para expansão: investir, incluir, apoiar e crescer.”

Com um portfólio de marcas que inclui Président®, Galbani®, Parmalat®, Stonyfield Organic®, Siggi's®, Karoun®, Rondele® e Black Diamond®, a Lactalis tem forte presença nos EUA com 8 fábricas em Nova York, Vermont, New Hampshire, Wisconsin, Idaho, Arizona e Califórnia e 2.600 funcionários em todo o país. A empresa tem sido uma parte importante do suprimento de alimentos dos EUA há 40 anos, líder em práticas responsáveis de fabricação e fornecimento em toda a América e um impulsionador da expansão da demanda internacional por queijos e laticínios feitos nos EUA. A Lactalis compra cerca de 1,45 bilhão de quilos de leite anualmente de produtores dos EUA e seus produtos estão disponíveis em todo o país e exportados para todo o mundo.

Perella Weinberg Partners atuou como consultor financeiro líder do Grupo Lactalis para esta transação, enquanto Dentons atuou como consultor jurídico. (As informações são da BusinessWire, traduzidas pela Equipe MilkPoint)
           

 
Na Expointer 
A versão híbrida da Expointer 2020, com parte da programação presencial e parte digital, tem 1.017 animais oficialmente inscritos, segundo a Federação das Associações Brasileiras de Criadores de Animais de Raça (Febrac). São 18 raças (10 de ovinos, cinco de bovinos e três de equinos) que participarão de provas e julgamentos no parque Assis Brasil, em Esteio, de 26 de setembro a 4 de outubro. Leonardo Lamachia, presidente da Febrac, avalia que participação surpreendeu, "por toda a dificuldade do ano, a crise, a seca e o curto período desde a definição do formato". Na edição presencial de 2019, o número de animais inscritos somou 3.975. (Zero Hora)
 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *