Pular para o conteúdo

21/05/2020

  

Porto Alegre, 21 de maio de 2020                                              Ano 14 - N° 3.223

  Agora, dólar elevado reduz importações de lácteos

Diante do cenário de instabilidade econômica causada pela covid-19, o dólar atingiu novo patamar recorde frente ao Real em abril, de R$ 5,33, 8,9% acima do valor registrado em março/20. Se, em março, o dólar forte aqueceu as exportações, em abril, a taxa de câmbio reduziu as compras brasileiras de produtos lácteos. Segundo dados da Secex, a baixa foi de 35,4% no volume adquirido de março para abril, totalizando 6,1 mil toneladas. Este valor é o mais baixo desde março de 2014 (quando foi de 5,5 mil toneladas), também de acordo com a Secex.
 
Representando quase 55% do total, o volume de leite em pó importado pelo Brasil recuou 40% de abril para março, totalizando 3,3 mil toneladas. O Uruguai e a Argentina, países que frequentemente comercializam com o mercado brasileiro, diminuíram as compras em 56% e 45%, respectivamente. A importação de queijos também foi desmotivada pela alta na taxa de câmbio, com baixa de 20,5% em relação ao volume de março/20 e total de 1,4 mil toneladas.
 
Quanto às exportações, também recuaram: 28% de abril para março, com volume de 2 mil toneladas. Isso se deve ao cenário de menor disponibilidade de matéria-prima no mercado doméstico, atrelado ao choque de demanda por consequência do isolamento social. Consumidores passaram a estocar produtos, gerando acentuada procura por derivados lácteos.
 
Entretanto, diante da alta cotação do leite UHT no mercado interno, a demanda voltou a recuar no final de abril, elevando os estoques das indústrias. Os volumes embarcados de leite fluido, como o longa vida, mais que dobraram de abril para março, totalizando 420 toneladas. O Uruguai adquiriu 67% do total comercializado.
 
Balança Comercial: Em termos de receita, a balança comercial apresentou déficit de US$ 18,8 milhões em abril, recuo de 20,8% frente ao registrado em março. Em volume, o déficit foi de 4,1 mil toneladas, redução de 38,4% na mesma comparação. Este é o menor déficit desde fevereiro de 2016, quando a diferença entre o volume importado e exportado estava em -1,5 mil toneladas. (As informações são do Boletim do Leite, do Cepea)
                

Languiru retorna R$ 2,7 milhões para associados na Conta Movimento

Retorno global das sobras totaliza R$ 10,5 milhões

A força do cooperativismo foi mais uma vez reconhecida na assembleia da Languiru, quando os associados aprovaram a destinação de R$ 2,7 milhões para a Conta Movimento (distribuição de sobras que leva em consideração a movimentação do produtor com a venda da matéria-prima ou nas compras efetuadas na matrícula do associado em alguma das unidades de varejo da cooperativa no exercício de 2019). Os valores são usufruídos pelo quadro social em forma de crédito, aquisições ou amortizações de débitos nos Supermercados Languiru, lojas Agrocenter Languiru, Farmácias Languiru, Postos de Combustíveis Languiru e na Fábrica de Rações.

O retorno global aos associados, que são os donos da cooperativa, totalizou R$ 10,5 milhões, considerando a distribuição de sobras e a correção do capital social. “Notícias positivas merecem atenção em tempos difíceis como os que vivemos atualmente, com a pandemia mundial do Coronavírus. Na Languiru, associados e cooperativa crescem juntos. O desempenho de 2019 foi muito bom e o pagamento da Conta Movimento é um incentivo financeiro e motivacional às famílias do campo nas atividades diárias”, destaca o presidente Dirceu Bayer.

Atendimento: Associados titulares da matrícula ou familiares autorizados retiram o extrato da Conta Movimento e também efetuam a atualização cadastral (renovações dos Cartões Azul ou Verde). Os atendimentos com agendamento prévio iniciaram no mês de abril, procedimento adotado para evitar a aglomeração de pessoas como medida preventiva ao Covid-19 (Coronavírus), no Setor de Atendimento Social do Departamento Técnico, em Teutônia; nas recepções dos Supermercados Languiru de Arroio do Meio, Bom Retiro do Sul, Cruzeiro do Sul, Estrela, Poço das Antas e Teutônia (Bairro Languiru); e nas lojas Agrocenter Languiru de Teutônia (Bairros Canabarro e Languiru), Arroio do Meio e Venâncio Aires.

Data, horário e local do atendimento são divulgados individualmente ao associado via contato telefônico, mensagem de texto ou WattsApp. “Pela Conta Movimento são R$ 2,7 milhões devolvidos ao quadro social em vales-compras. É um recurso que acaba reinvestido na comunidade local”, conclui Bayer (Languiru)

Lanches saudáveis e práticos para a quarentena (e depois dela)!

Com a suspensão das aulas, em função da pandemia de Covid-19, as crianças e adolescentes estão fazendo todas as suas refeições em casa. Desafio para os pais, que precisam criar cardápios saudáveis, mas também práticos, que não deem muito trabalho para o seu preparo. Um dos alimentos mais saudáveis e práticos que existe é o iogurte, pois já vem prontinho para o consumo. Confira os principais benefícios para a saúde desse alimento que, além de tudo, é delicioso:

1. Iogurtes são ricos em cálcio, mineral essencial para o crescimento e saúde óssea e dentária, e para a produção de células de defesa do sistema imune;

2. Os lactobacilos, presentes em grandes quantidades nos iogurtes, melhoram a imunidade e promovem a saúde intestinal;

3. O consumo regular de iogurte reduz a ocorrência de quadros respiratórios, como os resfriados, tosse e coriza;

4. A ingestão rotineira de iogurte reduz a ocorrência de diabetes tipo 2;

5. O iogurte tem potente ação anti-inflamatória em todo o corpo, efeito que parece ser exercido pela esfingomielina e pelo ácido linoleico conjugado (CLA) presentes em sua composição. (Beba mais leite)
                

Leite: pandemia de coronavírus muda rotina de produtores e indústria
A pandemia do novo coronavírus mudou a rotina de todo mundo, e no campo não foi diferente. Para continuar produzindo com segurança, produtores de leite e a indústria adotaram novas práticas que vieram para ficar. Máscaras, luvas e álcool-gel são os novos aliados do pecuaristas. Já os responsáveis pelo transporte do produto tiveram que reduzir o contato com os produtores na hora de receber a carga. A assistência técnica, tão importante para resolver qualquer problema no campo, agora é virtual. A tecnologia tem sido um importante aliado para que a produtividade seja mantida. Na indústria, o esforço é manter a saúde dos colaboradores dentro e fora da empresa, por isso o monitoramento é constante e a divulgação de novos hábitos de higiene foi intensificado.  Acesse ao vídeo (Canal Rural)
 
 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *