Pular para o conteúdo

24/10/2019

 

Porto Alegre, 24 de outubro de 2019                                              Ano 13 - N° 3.094

5º Prêmio de Jornalismo do Sindilat tem inscrições prorrogadas

Os interessados em concorrer ao 5º Prêmio de Jornalismo do Sindilat RS têm mais uma chance para inscrever seus trabalhos. Os mesmos deverão ser enviados para o e-mail imprensasindilat@gmail.com até o dia 01/11 (confira o regulamento). Os trabalhos inscritos devem abordar os aspectos relacionados ao setor lácteo, seu desenvolvimento tecnológico, avanços produtivos e desafios.

Serão recebidos trabalhos publicados em língua portuguesa em veículos com sede no Brasil, entre 28/10/2018 a 25/10/2019. Podem participar jornalistas devidamente registrados ou grupo de profissionais, sendo ao menos um jornalista. Não há limite de número de trabalhos a serem inscritos por candidato. 

Confira as categorias: 
1) Impresso: reúne trabalhos de veículos impressos a serem enviados em formato PDF;
2) Eletrônico: reúne trabalhos divulgados em veículos eletrônicos (rádio e televisão) a serem enviados mediante link;
3) Online: Reportagens ou série de reportagens veiculadas no período recomendado desde que apresentem indicação expressa da data de veiculação e fornecimento do link ativo;
4) Fotografia: Imagens alusivas à atividade leiteira veiculadas na imprensa, independentemente da plataforma dentro do período definido por este regimento e com comprovação de publicação expressa. Enviar a imagem original (em JPG) e PDF da publicação;

Os vencedores serão conhecidos na festa de fim de ano do Sindilat, no dia 05 de dezembro. Neste ano, a cerimônia ainda marcará os 50 anos de atividade do sindicato.

CONSELEITE – SANTA CATARINA - RESOLUÇÃO Nº 10/2019

A diretoria do Conseleite Santa Catarina reunida no dia 24 de Outubro de 2019 na cidade de Florianópolis, atendendo os dispositivos disciplinados no artigo 15 do seu Estatuto, inciso I, aprova e divulga os preços de referência da matéria-prima leite, realizado no mês de Setembro de 2019 e a projeção dos preços de referência para o mês de Outubro de 2019. Os valores divulgados compreendem os preços de referência para o leite padrão, bem como o maior e menor valor de referência, de acordo com os parâmetros de ágio e deságio em relação ao Leite Padrão, calculados segundo metodologia definida pelo Conseleite-Santa Catarina.

VALORES DE REFERÊNCIA1 DA MATÉRIA-PRIMA (LEITE)

 


1 - Valor, em R$/litro, para o leite posto propriedade com Funrural incluso.

Períodos de apuração
Mês de Agosto/2019: De 29/07/2019 a 01/09/2019
Mês de Setembro/2019: De 02/09/2019 a 29/09/2019
Decêndio de Outubro/2019: De 30/09/2019 a 20/10/2019

O leite padrão é aquele que contém entre 3,50 e 3,59% de gordura, entre 3,11 e 3,15% de proteína, entre 450 e 499 mil células somáticas/ml e 251 a 300 mil ufc/ml de contagem bacteriana e volume individual entregue de até 50 litros/dia. O Conseleite Santa Catarina não precifica leites com qualidades inferiores ao leite abaixo do padrão. (Conseleite/SC)

Leite/América do Sul

A produção de leite continua subindo na América do Sul e está muito próxima do pico anual. O teor de matéria gorda e proteína do leite também estão continuamente melhorando. A oferta de ração e suplementos para o rebanho leiteiro é confortável, e a qualidade varia de boa a razoável. No Brasil, até agora, a produção de leite na fazenda é maior em comparação com os níveis dos dois anos anteriores, à medida que mais vacas vão entrando em ordenha. Ainda assim a captação de leite está abaixo das necessidades para atender a forte demanda da indústria de alimentos. Dessa forma, as importações de queijo e leite em pó permanecem ativas.

Na Argentina, o volume de leite captado é suficiente para cobrir a maioria das necessidades das indústrias de laticínios e de alimentos. No último mês o governo anunciou a eliminação de impostos de Valor Agregado (IVA) para produtos como leites e iogurtes para aumentar o consumo doméstico de produtos lácteos. Com essas medidas existe a expectativa de que o consumo no varejo aumente no quarto trimestre. As incertezas predominam sobre o futuro da indústria de laticínios e do mercado, diante das eleições presidenciais de 27 de outubro.  (Usda – Tradução Livre: Terra Viva)

Subsídios/UE
Em 2014-15 os preços do leite aos produtores da União Europeia (UE) sofreram quedas de 10 a 30 centavos por litro. A Comissão considerou que o mercado lácteo comunitário estava sendo afetado por um desequilíbrio mundial entre a oferta e a demanda, no qual o embargo russo desempenhou um papel fundamental. Em consequência, a Comissão Europeia (CE) adotou medidas excepcionais no valor de 740 milhões de euros. Os Estados Membros poderiam completar o subsídio com fundos nacionais. Agora o Tribunal de Contas da UE vai examinar se as medidas foram concebidas adequadamente, se mitigaram corretamente os efeitos das perturbações e se agora os Estados Membros estão melhor preparados para futuras perturbações do mercado de produtos lácteos. Analisarão a política da CE e os dados dos Estados Membros, coletarão informações dos agricultores, das entidades de classe e do setor lácteo. Também serão realizadas visitas à França, Itália, Irlanda e Finlândia para examinar como foram aplicadas as medidas na prática. A publicação do relatório da auditoria está prevista para o final de 2020. (Agrodigital – Tradução livre: Terra Viva)

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *