Pular para o conteúdo

20/08/2019

 

Porto Alegre, 20 de agosto de 2019                                              Ano 13 - N° 3.048

   Valor do leite estabilizado no Rio Grande do Sul

Apesar de estar em plena safra, o valor de referência do leite se mantém estável no Rio Grande do Sul . Segundo dados divulgados nesta terça-feira (20/08) pelo Conseleite, o valor estimado para o mês de agosto é de R$ 1,0870, 0,08% menor do que o consolidado de julho, que fechou em R$ 1,0879. Segundo o professor da UPF Eduardo Finamore, é preciso pontuar que o leite fechou julho com 4 centavos acima do projetado (R$ 1,0486), o que indica um ajuste ocorrido no final do mês passado que já se estabilizou no início de agosto. "Os preços caíram muito. O que tivemos foi um ajuste". Para justificar esse cenário, o que se viu foi a elevação do leite UHT em 4,12% e a queda do leite em pó em -2,89%. Finamore alertou que os dados não consideram a recente elevação da cotação do dólar uma vez que tabulam apenas os dez primeiros dias de agosto. 

Finamore alertou que o Rio Grande do Sul precisa de um plano estratégico para escoamento de sua produção tendo em vista que, em breve, será preciso concorrer com mais competitividade por mercados externos e até mesmo dentro no Brasil. "A demanda de leite no Brasil está estabilizada, e a produtividade das vacas vem aumentando em outras regiões como Minas Gerais. O Rio Grande do Sul precisa ser mais competitivo ou achar novos mercados para seu leite" 

A reunião, realizada na sede da Fetag, em Porto Alegre (RS), foi comanda pelo vice-presidente do Conseleite, Pedrinho Signori. Segundo ele, é essencial que a análise de preços leve em conta um estudo dos custos de produção, uma vez que os insumos da atividade leiteira vêm aumentando com força. (Assessoria de Imprensa Sindilat)


Na foto: Wlademir Dall'Bosco, Pedrinho Signori e Darlan Palharini

Crédito: Carolina Jardine

 

GDT


 
(Fonte: GDT, adaptado pelo Sindilat)

Preço/MS

A diretoria do Conseleite - Mato Grosso do Sul reunida no dia 16 de agosto de 2019, aprova e divulga os valores de referência para a matéria-prima, referente ao leite entregue no mês de julho de 2019 e a projeção dos valores de referência para o leite a ser entregue no mês de agosto de 2019. Os valores divulgados compreendem os preços de referência para o leite padrão levando em conta o volume médio mensal de leite entregue pelo produtor. (Famasul) 
 
 
Homenageados definidos
A Federação de Entidades Empresariais do Rio Grande do Sul (Federasul) divulgou a lista dos Vencedores do Agronegócio 2019. O prêmio homenageia projetos dedicados à agroindústria gaúcha e será entregue dia 28, dentro da programação da 42ª Expointer, em Esteio. Os vencedores são: Ilsa Brasil, com o projeto Transformação Industrial de Resíduos de Couro em Fertilizantes Orgânicos (categoria Antes da Porteira); Agrobella, com Carnes Premium (Dentro da Porteira); Cooperativa Languiru, com o Programa de Inclusão Social e Produtiva no Campo: Mobilização que Diversifica a Renda do Produtor Rural (Depois da Porteira); Associação dos Fumicultores do Brasil, com o projeto Verde é Vida (Sustentabilidade) e Avelã Public Affairs pelos projetos dos Observatórios da Carne e do Leite (categoria Elas no Agro). (Correio do Povo)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *