Pular para o conteúdo

18/07/2018

 

Porto Alegre, 18 de julho de 2018                                              Ano 12 - N° 2.780

Conseleite/PR

 

A diretoria do Conseleite-Paraná reunida no dia 17 de Julho de 2018 na sede da FAEP na cidade de Curitiba, atendendo os dispositivos disciplinados no Capítulo II do Título II do seu Regulamento, aprova e divulga os valores de referência para a matériaprima leite realizados em Junho de 2018 e a projeção dos valores de referência para o mês de Julho 2018, calculados por metodologia definida pelo Conseleite-Paraná, a partir dos preços médios e do mix de comercialização dos derivados lácteos praticados pelas empresas participantes.

 

Os valores de referência indicados nesta resolução para a matéria-prima leite denominada "Leite Padrão", se refere ao leite analisado que contém 3,50% de gordura, 3,10% de proteína, 500 mil células somáticas/ml e 300 mil ufc/ml de contagem bacteriana. Para o leite pasteurizado o valor projetado para o mês de Julho de 2018 é de R$ 2,5331/litro. Visando apoiar políticas de pagamento da matéria-prima leite conforme a qualidade, o Conseleite-Paraná disponibiliza um simulador para o cálculo de valores de referência para o leite analisado em função de seus teores de gordura, proteína, contagem de células somáticas e contagem bacteriana. O simulador está disponível no seguinte endereço eletrônico: www.conseleitepr.com.br. (Conseleite/PR)

 

Alemanha - Números mostram que a diferença, entre custos e preços do leite, aumenta

Produção/Alemanha - Os dados trimestrais disponíveis sobre a produção de leite na Alemanha mostram que, em abril de 2018, apenas 78% dos custos foram cobertos, enquanto em janeiro o percentual era de 88%. Em abril, os custos de produção foram de 42,70 centavos. Os produtores receberam apenas 33,42 centavos por quilo de leite. Essa combinação, queda nos preços do leite e aumento nos custos está preocupando os produtores de leite na Alemanha. Os dados são do estudo trimestral do Escritório de Sociologia Agrária e Agricultura (BAL).

Para Johannes Pfaller, um produtor de leite do sul da Alemanha e membro do comitê da Comissão Europeia do Leite (EMB), esses números refletem precisamente a situação nas fazendas. "Estamos preocupados que o aumento nos custos de produção continue nas próximas semanas, já que a atual estação seca em muitas partes da Europa está forçando os agricultores a comprar forragem. Como produtores de leite, precisamos de um aumento dos preços e de uma ferramenta de gestão de crises para mitigar os caprichos do mercado." A relação preço/custo ilustra até que ponto o preço do leite cobre os custos de produção. Em abril de 2018 o preço do leite só cobriu 78% dos custos de produção, gerando um déficit de 22%.

 

Uma análise dos custos de produção de leite em 2016 de cinco países da Europa, Bélgica, Dinamarca, Alemanha, França e Holanda foi disponibilizada, mostra a enorme entre custos e preços que levou a um déficit de até 35%.

 

Mais da metade (53%) do volume de leite total da União Europeia (UE) foi produzido nesses cinco países em 2016, o correspondente a mais de 80 milhões de toneladas.
Detalhes sobre a produção de leite em 2016. (EMB - Tradução livre: www.terraviva.com.br)

 
 

Consumo responsável: Depois do leite, a manteiga

Preço justo/França - Em fevereiro deste ano o Intermarché e o Agromousquetaires lançaram o leite "Os produtores agradecem, Merci!", em parceria com 136 produtores de leite da Leiteria Saint Père. Cinco meses mais tarde, o limite de 7 milhões de litros vendidos é ultrapassado. Em julho, a linha "Les éleveurs vous disent Merci!" amplia, e o Intermaché anuncia o lançamento da manteiga.

30% de produtores a mais
Para Thierry Cotillard, Presidente do Intermarché, "esses números ultrapassam em muito nossas previsões mais otimistas que era de 5 milhões de litros em um ano. Isso confirma o engajamento dos franceses em favor de um consumo mais responsável: 69% deles se declararam prontos a pagar um pouco mais caro por produtos que remunerem melhor os agricultores".

Dentro desse contexto mais que favorável o Intermaché lançou neste início de julho a manteiga com o rótulo "Les éleveurs vous disent Merci!", o segundo produto da linha. O Presidente da organização de produtores, Valéry Cheneau, produtor em Santi-Père-em-Rets, está encantado com o projeto: "Cada vez mais produtores, convencidos de nossa abordagem, juntam-se a nós e agora já somos 171, 30% a mais em alguns meses!".

O desempenho da produção
Yves Audo, Presidente do Agromousquetaires, o polo agroalimentar do Grupo Les Mousquetaires, diz: "O desempenho da produção e ausência de intermediários entre produtores, indústria e pontos de venda nos permitiram enfrentar este desafio".

Disponível em todas as lojas do Intermarché, o leite "Les éleveurs vous disent Merci!" se destaca pela transparência sobre a destinação do preço de venda - apresentada em destaque no rótulo. Com o preço de €  440/1000 litros, [R$ 2,05/litro], definidos na parceria para os produtores, esse leite, dentro de sua categoria, é o que melhor remunera o agricultor. (Agro-Media - Tradução livre: www.terraviva.com.br)

Anvisa cria regras para suplementos alimentares
Os suplementos alimentares, como ômega 3, vitaminas e os produtos de proteína do soro de leite (o whey protein), passaram nesta terça-feira, 17, a ter uma regulamentação específica. A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou um marco regulatório para esses produtos, que até então eram classificados nas categorias de alimentos ou medicamentos no País. (Estadão) 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *