Pular para o conteúdo

Uruguai: exportações de lácteos

As exportações de lácteos março foram os mais elevados no primeiro trimestre e maior do que o mesmo mês do volume 2014. E totalizaram 24.453 toneladas aplicações, 87% mais do que em fevereiro, de acordo com a Alfândega . Em termos de valor, o aumento foi de 61%, com US 62070000 dólares. Ao longo do mesmo período de 2014, em março de embarques registrou alta de 73,5% em volume e 18,8% em valor. No entanto, se os dados trimestrais são tomados, dá tanto um declínio no volume e preço. Segundo o Instituto Uruguay XXI, nas primeiras aplicações trimestre de exportação de leite em pó foram totalizando US $ 71 milhões, queda de 46% em relação ao mesmo período do ano passado.

O principal produto de exportação era leite em pó integral, 12.140 toneladas contra 3.850 em março do ano, marcando um aumento de 215%. Aumento do ano Dólar foi de 64,5% menor -de - dependendo de um menor preço de exportação FOB. Em março de 2014, o preço médio por tonelada de leite em pó integral foi de US $ 4.945 FOB. Em março deste ano, a média foi de 2.579 dólares FOB, queda de 47,8%.

sssss

Os pedidos de exportação de leite em pó desnatado, também teve um aumento significativo no volume de 84,7% em relação a março de 2014. Mas o crescimento de apenas 1,9% em valor, o que também mostra a queda acentuada dos preços por média, que passou de US FOB 4.854 $ para US $ 2679 por tonelada.

Os pedidos de exportação de manteiga, por sua vez, aumentaram 93,5% em termos homólogos, com 1.330 toneladas exportadas em comparação com 692 em março do ano passado.

Para os queijos a notícia não foi tão boa. Aplicações teve uma queda de 20,5% em volume e 26,4% em valor.

Houve várias surpresas nos principais destinos. Argélia teve em março o pódio como chumbo demandante de produtos lácteos uruguaios, o que representa 40% das exportações de lácteos totais.

O Brasil foi o segundo destino principal, ao contrário do que se poderia esperar do lado da desvalorização do real e seu possível impacto negativo sobre a realização de negócios. Os pedidos de exportação a partir do Brasil foram 5.520 toneladas, 104% a mais que em março do ano passado, com 2.712 toneladas.
México está em terceiro lugar com um aumento nos embarques de 672 vol% em março em relação ao mesmo mês do ano passado. Passaram de 202 toneladas março 2014-1559 no mesmo mês deste ano.

Venezuela, que foi de cerca de 2014 no prazo de cinco demandantes de chumbo, praticamente desapareceu da cena em março. O país importou apenas 65 toneladas de leite. (Blasina and Associates, Uruguai)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *