Pular para o conteúdo

Perspectivas do mercado lácteo – Europa

A produção de leite na Europa Ocidental diminuiu nas últimas semanas. Os produtores de leite que estão acima da cota enfrentam resistências, e procuram reduzir a produção de diversas formas para evitar o pagamento de multas. As taxas de abate de vacas leiteiras aumentam nestas áreas onde as quotas foram ultrapassadas. Dados preliminares sobre os países que estão acima das quotas apontam menor consumo de lácteos do que um ano atrás.  A demanda por leite fluido é normal para esta época do ano. Os produtores estão manejando os rebanhos de forma a obterem um forte início de temporada sem quota, em 1º de abril. O Newcronos – Estat da UE-28 relata que de janeiro a outubro a captação de leite está 5,4% acima dos níveis do mesmo período anterior.

Com exceção da Grécia (-4,2%), todos os países da Europa Ocidental tiveram crescimento na taxa de produção. Em especial: Alemanha (+4,1%); França (+6,6%); Reino Unido (+9,1%); Bélgica (+7,7%); Itália (+4,2%); e Irlanda (+6%). A produção de leite nos países do Leste Europeu segue a tendência sazonal típica. A entrada de cargas de leite e creme na Bielorrússia vem caindo nas últimas semanas. Foram registrados aumentos de importações de soro de leite em pó pela China, exportados pela Polônia. O Newcronos – Estat mostra os seguintes dados da produção de leite de janeiro a outubro, em países selecionados: Polônia (+7,3%); Lituânia (+7,7%); Letônia (+10,6%); Estônia (+7,4%); e na República Checa (+0,9%). (Usda)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *