Pular para o conteúdo

18/09/2020

 

Porto Alegre, 18 de setembro de 2020                                              Ano 14 - N° 3.309

Novo prazo para entrega PQFL é 31 de dezembro e contempla práticas emergenciais nos estabelecimentos

O Sindicato da Indústria de Laticínios do RS (Sindilat) alerta às empresas associadas sobre decisão do colegiado do Departamento de Inspeção de Produtos de Origem Animal (DIPOA), órgão do Ministério da Agricultura, que prorrogou a entrada em vigor para entrega do Plano de Qualificação de Fornecedores de Leite (PQFL), já na formatação com a última versão do formulário padrão. A partir de solicitação feita por Grupo de Trabalho da Câmara Setorial do Leite, o documento agora poderá ser entregue ao Mapa até 31 de dezembro de 2020. O formulário é o documento que deve ser usado pelos estabelecimentos para enviar os planos ao Mapa.

De acordo com a consultora de qualidade do Sindilat, Letícia Vieira, o novo formulário contempla descrições também sobre ações emergenciais a serem desenvolvidas pelos estabelecimentos, além das ações relativas às boas práticas agropecuárias. “O formulário do PQFL já existia, mas foram feitas adequações para que seja introduzido o campo descritivo relativo às ações emergenciais. Na prática, a prorrogação foi feita para possibilitar a readequação das respostas nos campos a serem preenchidos no formulário, bem como adequações necessárias no plano de autocontrole de matérias primas, onde este deverá constar”, explica.

O PQFL foi instituído pela Instrução Normativa nº 77 e se consolida como uma ferramenta de controle elaborada pelas empresas ou cooperativas. Nele é definida a política do laticínio em relação aos seus fornecedores de leite, contemplando a assistência técnica e gerencial, bem como a capacitação de todos os produtores, com foco em gestão da propriedade e implementação das boas práticas agropecuárias.

O plano é obrigatório para os três níveis de inspeções: Serviço de Inspeção Municipal (SIM), Serviço de Inspeção Federal (SIF) e Coordenadoria de Inspeção de Produtos de Origem Animal (CISPOA).

                     

Sooro Renner Nutrição inicia as operações em novo Centro de Distribuição
No dia 27 de agosto a Sooro Renner Nutrição iniciou oficialmente as operações no Centro de Distribuição, localizado no Techno Park Campinas.

Com capacidade para 350 toneladas de produtos acabados, podendo ser ampliada para até 900 toneladas, o centro está próximo ao entroncamento da Rod. Dom Pedro com a Rod. Anhanguera.

Inicialmente as operações funcionam somente com o recebimento de produtos, contudo, já foi iniciado o processo de estruturamento das rotas com parceiros locais para obterem as operações completas até o final do mês de setembro.
Mais um marco na história da Sooro Renner

Claudio Hausen de Souza, Diretor Comercial e Marketing, resume bem o impacto que o Centro de Distribuição tem nas operações da Sooro Renner: “ Este CD em Campinas traz duas grandes vantagens para as nossas operações. A primeira é garantir que teremos um ponto de estoque avançado e mais próximo dos nossos clientes, facilitando a logística para entregas fracionadas, aumentando a rapidez do processo. A segunda vantagem está no fato de que o CD Campinas também funcionará como um ponto de referência para nossa área de vendas.”

Este passo abre diversas possibilidades estratégicas para a empresa. Entre elas, habilita a entrada da Sooro Renner nas vendas online B2B, uma vez que proporciona um ponto de entrega com vantagens logísticas em relação às fábricas, localizadas no interior do Rio Grande do Sul e Paraná, respectivamente.

Os clientes terão uma entrega mais ágil e poderão fazer seus pedidos com maior frequência, seja no frete FOB ou CIF. Além de tudo, terão a área de vendas mais próxima. (As informações são da Assessoria de Imprensa da Sooro Renner)

 

CONSELEITE/SANTA CATARINA

A diretoria do Conseleite Santa Catarina reunida no dia 18 de Setembro de 2020 atendendo os dispositivos disciplinados no artigo 15 do seu Estatuto, inciso I, aprova e divulga os valores de referência da matéria-prima leite, realizados no mês de Agosto de 2020 e a projeção dos valores de referência para o mês de Setembro de 2020. Os valores divulgados compreendem os preços de referência para o leite padrão, bem como o maior e menor valor de referência, de acordo com os parâmetros de ágio e deságio em relação ao Leite Padrão, calculados segundo metodologia definida pelo Conseleite-Santa Catarina.

VALORES DE REFERÊNCIA1 DA MATÉRIA-PRIMA (LEITE)

1 - Valor, em R$/litro, para o leite posto propriedade com Funrural incluso.

Períodos de apuração
Mês de Julho/2020: De 29/06/2020 a 02/08/2020
Mês de Agosto/2020: De 03/08/2020 a 30/08/2020
Decêndio de Setembro/2020: De 31/08/2020 a 13/09/2020

O leite padrão é aquele que contém entre 3,50 e 3,59% de gordura, entre 3,11 e 3,15% de proteína, entre 450 e 499 mil células somáticas/ml e 251 a 300 mil ufc/ml de contagem bacteriana e volume individual entregue de até 50 litros/dia. O Conseleite Santa Catarina não precifica leites com qualidades inferiores ao leite abaixo do padrão.

 

Vencedores do agro
A premiação da 8ª edição do Vencedores do Agronegócio e da 4ª edição do Elas no Agro, da Federasul, ocorrerá neste ano em formato digital. Os escolhidos receberão o troféu Três Porteiras no dia 30 de setembro no encontro virtual do Tá na Mesa. Abaixo os homenageados. Os eleitos são: Antes da Porteira: Simbiose, Cruz Alta, com o case "VirControl: Especificidade, eficiência e proteção". Dentro da Porteira: Languiru, Teutônia, com o case "Leite Languiru Origem". Depois da Porteira: Sicredi Alto Uruguai, Rodeio Bonito, com o case "Desenvolvimento do agronegócio por meio do programa Propriedade Sustentável". Sustentabilidade: Afubra, Santa Cruz do Sul com o case "Curso de Atualização a Distância - Curso de Educação Socioambiental Rural". Elas no Agro: Neiva Ebrin, Horizontina, Mulher Determinada. (Zero Hora)

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *