Pular para o conteúdo

29/08/2019

Porto Alegre, 29 de agosto de 2019                                              Ano 13 - N° 3.055

  Inovação no campo é tema de audiência pública na Expointer

Simplificar e desonerar. Na opinião do presidente do Sindicato da Indústria de Laticínios do RS (Sindilat), são esses os passos essenciais para que o Rio Grande do Sul avance nas questões de inovação do campo. O tema foi o ponto central da audiência pública proposta pelo deputado estadual Rodrigo Lorenzoni nesta quarta-feira (28/8), durante a Expointer, em Esteio (RS). O evento reuniu representantes de diversas entidades do agro. Para Guerra, as inovações já existentes precisam ser colocadas em prática e, para que isso ocorra no setor leiteiro, é necessário competitividade. "A indústria 4.0 existe, mas precisamos criar condições para entrar nela", destacou. (Assessoria de Imprensa Sindilat)

Crédito: Vitorya Paulo

 

Pub do Queijo promove jantar aos associados do Sindilat

Em uma noite marcada pela confraternização, diversas empresas associadas ao Sindicato da Industria de Laticínios do RS (Sindilat) reuniram-se em um jantar no estande do Pub do Queijo na Expointer, em Esteio (RS). O encontro ocorreu nesta quarta-feira (28/08) e contou com a presença do deputado federal Alceu Moreira (MDB), que se mostrou confiante com a abertura do mercado chinês para a exportação de lácteos brasileiros.

Moreira salientou que não vê nenhum outro país no mundo com potencial para atender as necessidades da China além do Brasil. "A segurança sanitária passou a ser uma exigência, vocês, como indústria, precisam estar atentos às INs 76 e 77 do Ministério da Agricultura", frisou.

Na oportunidade, o presidente do Sindilat, Alexandre Guerra, agradeceu e destacou a importância dos parceiros do sindicato na organização do espaço em mais uma edição da Expointer. "Precisamos nos unir para fazer com que as coisas aconteçam", disse Guerra, ressaltando que somente através da qualidade dos produtos será possível demonstrar o potencial do setor.

Sindilat na Expointer
O Sindilat participa da Expointer 2019 com o projeto PUB do Queijo e Leiteria, espaço gastronômico localizado no Boulevard do Parque de Exposições Assis Brasil. Nesta exposição, a operação conta com o patrocínio de TetraPak, Sicoob, Sicredi, FPT, Xalingo, Projeto Ovos RS/Asgav e Lumix. (Assessoria de Imprensa Sindilat) 

 
Crédito: Stéphany Franco 

Oficinas exaltam as potencialidades de cada tipo de queijo

Depois de uma série se oficinas de harmonização de queijos com vinhos, espumantes e cervejas, o Pub do Queijo promoveu nesta quarta-feira (28/8), na Expointer, em Esteio (RS), uma noite dedicada para quem adora receber os amigos em casa. A dica da vez foi sobre como montar uma tábua de frios.

De acordo com a consultora da Paradigma Veterinários Associados Letícia Vieira, a ideia das oficinas é revelar para os consumidores que, apesar das semelhanças, existem muitas distinções entre cada tipo de queijo. "Mostramos para eles a diferença de fabricação, cura, textura, aparência, aroma, cor, consistência, formato, qualidade nutricional, além das questões histórias, que explicam muito sobre cada queijo", salientou.

Através de um atendimento personalizado, o grupo que participou da oficina pôde, ainda, aprender um pouco mais sobre a harmonização com bebidas. "Após a explicação da Letícia sobre os queijos do tipo gorgonzola, grana padano, provolone e colonial, que foram degustados na oficina, orientei os participantes sobre a melhor maneira de combiná-los com vinhos e espumantes", disse o sommelier Felipe Loureiro.

Durante o encontro foi realizada uma degustação às cegas, onde os participantes tiveram que tentar acertar o tipo de queijo degustado a partir das dicas apresentadas na oficina. Para a professora Maria da Graça Flores, experiências como essa são enriquecedoras. "A oficina nos faz entender as reais diferenças entre os tipos de queijo, que vão além no nosso imaginário". (Assessoria de Imprensa Sindilat)


Foto: Stéphany Franco

Case de inclusão social e produtiva da Languiru premiado pela Federasul

O Programa de Inclusão Social e Produtiva no Campo desenvolvido pela Languiru foi reconhecido pela Federação de Entidades Empresariais do Rio Grande do Sul (Federasul) no 7º Prêmio Vencedores do Agronegócio 2019. O troféu Três Porteiras premiou a cooperativa teutoniense na categoria “Depois da Porteira”. A entrega do troféu ocorreu durante a Expointer, no dia 28 de agosto, no “Tá na Mesa” especial organizado pela entidade estadual.

Mais de 40 cases foram inscritos no concurso que homenageia projetos relacionados ao agribusiness do Rio Grande do Sul, considerando critérios como inovação, estratégia, marketing e resultados. O prêmio contou com cinco categorias: Antes da Porteira, Dentro da Porteira, Depois da Porteira, Sustentabilidade e Elas no Agro.

“É uma premiação que muito nos orgulha, valorizando um programa que procura oferecer alternativas produtivas aos nossos associados”, avalia o presidente da Languiru, Dirceu Bayer. Inclusive, o mesmo projeto também já recebeu premiação nacional em 2018, com o 1º lugar na categoria “Fidelização” do 11º Prêmio SomosCoop – Melhores do Ano, iniciativa da Organização das Cooperativas do Brasil (OCB). “É o reconhecimento de um trabalho que, ao invés de excluir, busca a inclusão social e produtiva. Esse é o papel do sistema cooperativo, transformando a realidade de comunidades e famílias”, salienta.

O programa
Oferecer novas perspectivas no agronegócio para reintegrar ou disponibilizar suporte ao produtor de leite que esteja enfrentando dificuldades em função de seu reduzido volume produtivo na pequena propriedade. Esse é o foco principal do Programa de Inclusão Social e Produtiva no Campo, lançado oficialmente em maio de 2017. Idealizado pela Cooperativa Languiru, conta com o apoio e o envolvimento da Emater/RS-Ascar e de outras entidades parceiras. Além do trabalho de assistência técnica aos associados para o incremento e qualidade na produção leiteira, a iniciativa também estimula a diversificação com integrações, o cultivo de milho e a produção de hortifrutigranjeiros.

Dentro da Porteira em 2013
A Languiru já integrou o hall de agraciados pelo prêmio Vencedores do Agronegócio em 2013. Na oportunidade a cooperativa foi reconhecida na categoria “Dentro da Porteira – Agroindústria”, com o projeto “Programa de readequação das atividades frente ao novo cenário do agronegócio”. (Assessoria de Imprensa Languiru)

147 – Presidente Dirceu Bayer recebeu troféu das mãos do governador Eduardo Leite (d), da presidente da Federasul Simone Leite e do vice-presidente da Federasul Alexandre Gadret
Crédito: Leandro Augusto Hamester

 
 
Piá lança 9ª Edição do Rural Show na Expointer 
O presidente da Piá, Jeferson Smaniotto, juntamente com a diretoria da Cooperativa, lança nesta quinta-feira, dia 29 de agosto, às 14h, a 9ª edição do Rural Show, que acontecerá em julho de 2020, na cidade de Nova Petrópolis. O evento acontece na Casa da Emater, durante a Expointer.  Considerado o maior evento da agricultura familiar do Brasil, o Rural Show tem o objetivo de abordar novas tecnologias, bem como a acessibilidades das mesmas, para os produtores rurais, especialmente aqueles que atuam nas áreas de horticultura, fruticultura e gado de leite. Promove, ainda, exposições, palestras, comercialização de produtos e serviços, além de espetáculos musicais e de danças típicas. Também nesta quinta-feira, às 15h30, a Piá realiza a assinatura do termo de parceria com a Embrapa para inclusão no programa nacional Balde Cheio. A partir da formalização, a entidade utilizará uma metodologia para capacitar técnicos da Cooperativa que, durante o processo de aprendizagem, usarão as propriedades rurais leiteiras como sala de aula. Durante 4 anos, serão aplicados conhecimentos, procedimentos e tecnologias para monitorar impactos ambientais, econômicos e sociais no sistema de produção. O objetivo é desenvolver as propriedades, conferindo maior excelência ao leite, rentabilidade e aumento de renda para o produtor. (Assessoria de Imprensa Piá)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *