Pular para o conteúdo

04/02/2019

Porto Alegre, 04 de fevereiro de 2019                                              Ano 13 - N° 2.912

     Produção/Uruguai

O Instituto Nacional do Leite (Inale) informou que em 2018 a captação de leite supera dois bilhões de litros de leite, convertendo-se na terceira maior produção anual desde 2002. A estimativa para 2018 está estimada em 2 bilhões de litros considerando os dados do Fundo de Financiamento e Desenvolvimento Sustentável de Atividade Leiteira (FFDSAL) nos dez primeiros meses do ano e estimativas realizadas com base nas declarações mensais do registro das indústrias de novembro e dezembro. (TodoElCampo – Tradução livre: www.terraviva.com.br)

 

MAPA: inscrições para feiras internacionais de bebidas e alimentos já estão abertas

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) abriu nesta quinta-feira (31) as inscrições para empresas e entidades interessadas em participar das feiras internacionais de bebidas e alimentos que ocorrerão neste ano em diferentes países. O objetivo do ministério é organizar em parceria com o Ministério de Relações Exteriores missões comerciais para atrair Investimentos Estrangeiros Diretos (IED) e promover o desenvolvimento do agronegócio nacional.

A programação internacional de 2019 inclui as seguintes feiras: Annual Investment Meeting 2019, nos Emirados Árabes Unidos; a Sial 2019, no Canadá; a Thaifex World Food Asia, na Tailândia; World Food Istanbul, na Turquia; Fruit Attraction, na Espanha; e a Israfood, em Israel. 

A seleção das empresas e entidades interessadas em participar das missões e serem expositoras nas feiras está sendo realizada no Mapa por meio da Secretaria de Comércio e Relações Internacionais. Os eventos internacionais são considerados plataformas estratégicas para ampliar a visibilidade dos produtos brasileiros e promover contatos.

Nesses eventos vários atores do mercado externo se reúnem em um mesmo ambiente, permitindo a redução de custos de promoção transacionais. Além disso, os eventos representam oportunidade para aprofundar o conhecimento sobre o mercado-alvo, tendências e estratégias dos concorrentes.

Inscrições/Participação
Em todos os eventos, o Mapa e o MRE são responsáveis pelos custos de contratação de espaço na feira, apoio de recepcionistas bilíngues e confecção do catálogo do Pavilhão Brasil. Cada empresa participante fica responsável pelas despesas de passagens aéreas, hospedagem e alimentação, além da inscrição junto ao promotor do evento. O candidato também deve aceitar os Termos e Condições de Participação.

As empresas e entidades interessadas em integrar as missões comerciais devem acessar o link “Participar de feiras de agronegócio”, no Portal de Serviços do Governo Federal.

Na página, o interessado deve seguir três etapas para identificação, criação de uma conta e preenchimento de formulário do processo seletivo da feira que tem interesse.

A inscrição no processo seletivo não garante a participação na missão comercial, serve apenas para manifestar o interesse do inscrito no processo de seleção. O resultado da seleção será enviado às instituições por e-mail.

Saiba mais sobre as características e os prazos de inscrição de cada evento CLICANDO AQUI. (As informações são do Mapa)

Boas práticas

A Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) defendeu na quarta (30), no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), a importância de se efetivar medidas de boas práticas baseadas no bem-estar animal durante os eventos de torneios leiteiros no País.

O debate aconteceu durante a reunião do grupo técnico criado pela Câmara Setorial do Leite e Derivados do Mapa que elabora uma instrução normativa para estabelecer regras para esses eventos. “A CNA participa do grupo para alinhar a normativa com a necessidade de regulamentação de pontos importantes nos torneios leiteiros,” explica Thiago Rodrigues, assessor técnico da Comissão Nacional de Pecuária de Leite da Confederação.

A minuta do documento foca em dois pontos principais: o torneio tem que ser autorizado pelo órgão oficial de defesa agropecuária e precisa estar sob a responsabilidade de um responsável técnico, médico veterinário credenciado no Conselho Regional de Medicina Veterinária do estado.

“A partir disso, será possível cobrar desse responsável técnico uma atuação mais presente no torneio, monitorando os animais, o estado de saúde deles, definindo como as instalações precisam estar para recebê-los e evitar a disseminação de práticas que ferem o bem-estar animal”, reforça Rodrigues.

O documento prevê ainda as responsabilidades do técnico, as premissas para criação dos regulamentos de cada torneio leiteiro, assim como devem ser as instalações e o uso de medicamentos durante o evento.
A minuta da instrução normativa já passou por consulta pública. A previsão é que o documento seja publicado nos próximos meses. (CNA)

Marcas de quem decide 
Em 2019, a pesquisa Marcas de Quem Decide, parceria Jornal do Comércio e Qualidata e que há 21 anos mede a lembrança e a preferência de empresários e executivos do Rio Grande do Sul, conecta-se ao mundo da inovação. Todo o conceito por trás da edição baseia-se em inovações reais do nosso mercado e como elas impactam a vida das pessoas e dos negócios. Para apresentação dos resultados em primeira mão aos principais líderes empresariais, o JC realiza um evento (dia 12 de março, no Teatro do Sesi) reunindo o "PIB gaúcho" em uma manhã de resultados, networking e experiências. Os leitores podem acompanhar a cobertura do evento na edição do JC do dia seguinte e no site do Marcas de Quem Decide. O Marcas é referência no mercado por sua credibilidade e seu público qualificado. O diretor-presidente do JC, Mércio Tumelero, afirma que a pesquisa colabora para a compreensão do verdadeiro significado das marcas na economia: "Mostramos que a marca não é apenas o logotipo de um produto, mas um conjunto de valores e atributos tangíveis e intangíveis que ela carrega". (Jornal do Comércio)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *