Pular para o conteúdo

23/11/2018

 

Porto Alegre, 23 de novembro de 2018                                              Ano 12 - N° 2.865

Conseleite SC 
 
A diretoria do Conseleite Santa Catarina reunida no dia 22 de Novembro de 2018 na cidade de Chapecó, atendendo os dispositivos disciplinados no artigo 15 do seu Estatuto, inciso I, aprova e divulga os preços de referência da matéria-prima leite, realizado no mês de Outubro de 2018 e a projeção dos preços de referência para o mês de Novembro de 2018. Os valores divulgados compreendem os preços de referência para o leite padrão, bem como o maior e menor valor de referência, de acordo com os parâmetros de ágio e deságio em relação ao Leite Padrão, calculados segundo metodologia definida pelo Conseleite-Santa Catarina. (FAESC)
 
 
 
LEITE EM METRO
 
Leticia Szczesy / Jardine Comunicação
 

Não basta produzir leite. É preciso saber apreciar o alimento. Com essa máxima, o 7º Fórum Itinerante do Leite substituiu o tradicional chope e realizou a competição do leite em metro. Josué Teston acabou levando a melhor. O competidor, que trabalha na Fundação Agrícola de Teutônia, contou o segredo para vencer a competição:

- A calma. Na primeira vez, foi rápido demais, daí derramou.

A prova foi um momento de descontração do evento que reuniu cerca de 600 pessoas no Ginásio da Sociedade Esportiva e Recreativa Gaúcho, em Teutônia. Assuntos como gestão, tecnologia, sanidade e rentabilidade estiveram em foco nas palestras e nas quatro oficinas.

A preocupação com a queda nos preços pagos ao produtor também ficou evidenciada na rodada de debates. Mas as alternativas para driblar a sazonalidade existem. Para comprovar que a proposta desenvolvida em Fagundes Varela, na Serra, onde um aplicativo tem ajudado na gestão das propriedades, deu certo, a produtora Ivânia Linda foi chamada a dar um depoimento:

- A gente não tem de pensar só em quantidade e, sim, em qualidade. E planejar. Temos de evoluir com o uso da tecnologia. (Zero Hora)

Estado oferece parcelamento e desconto em dívidas de ICMS

Diante do acúmulo de contas no fim de ano, o governo do Estado decidiu recorrer novamente à renegociação de dívidas de ICMS. Com o Programa Especial de Quitação e Parcelamento (Refaz) lançado ontem, o Piratini espera arrecadar R$ 500 milhões ainda em 2018.

Mesmo se cumprido, o montante será insuficiente para saldar os compromissos financeiros. O valor equivale a um terço da folha de pagamento do funcionalismo - somente para quitar os salários de outubro, o governo ainda precisa de R$ 300 milhões.

Publicado no Diário Oficial do Estado (DOE) ontem, o Refaz já está valendo. O maior desconto será para as empresas que paguem seus débitos até 26 de dezembro. Para as companhias enquadradas no Simples Nacional, o abatimento será de 40% nos juros e de 100% nas multas. Para as demais, a dedução nos juros também será de 40%. Porém, a redução nas multas ficará entre 50% e 85% - quanto menor o número de parcelas, maior o desconto.

Podem aderir ao programa os devedores de ICMS com vencimento até 30 de abril deste ano. De acordo com a Receita estadual, as dívidas de empresas em atividade são de R$ 21,91 bilhões. Fica de fora quem ingressou no programa de troca de débitos por precatórios (Compensa-RS). (Zero Hora) 

 

Evento tem data marcada

A Associação de Criadores de Gado Holandês do Rio Grande do Sul (Gadolando), a Federação da Agricultura do Estado do Rio Grande do Sul (Farsul) e a Federação Brasileira das Associações 
de Criadores de Animais de Raça (Febrac) decidiram, em reunião realizada ontem, que a próxima Expoleite/Fenasul ocorrerá de 15 a 19 de maio de 2019, no Parque de Exposições Assis Brasil, em Esteio. O presidente da Gadolando, Marcos Tang, disse que os criadores possuem identificação com a exposição. "É uma feira de outono mais curta e se consegue trazer os animais em maior número", destacou. 

Para o presidente da Febrac, Leonardo Lamachia, a feira é de grande importância para todos os criadores de gado leiteiro. "Vamos fazer uma feira envolvendo outras raças de equinos e bovinos. A definição da data com esta antecedência vai nos proporcionar a mobilizar o maior número de associações possível", observou. Entre as atividades que deverão ser confirmadas na Expoleite/Fenasul estão a Feira de Terneiros da Farsul e uma Classificatória Aberta ao Freio de Ouro, no Complexo do Cavalo Crioulo. (Correio do Povo)

Nova invenção promete detectar doenças em rebanho por meio de sensor

Pesquisadores irlandeses desenvolveram um novo sensor de testes em animais que pode detectar doenças em bovinos e permitir que pecuaristas e veterinários isolem um animal afetado antes que a infecção possa se espalhar para o resto do rebanho. Segundo artigo publicado no site Ireland Farmer, o sensor é do tamanho de uma moeda e pode ser preenchido com vários soros de detecção de doenças que podem  ser diagnosticadas no local uma infecção. A velocidade do sensor poderia acabar com o tempo de espera de uma semana entre o diagnóstico por um veterinário de um problema na fazenda e a obtenção dos resultados dos testes dos laboratórios.  A tecnologia portátil "transformará veterinários em laboratórios ambulantes", de acordo com o químico analítico líder do projeto, Alan O'Riordan.

O cientista disse à publicação que o desenvolvimento era parte da iniciativa geral de "digitalizar a agricultura" e reduzir drasticamente os tempos de resposta a problemas de doenças na fazenda. O sensor foi usado com sucesso para detectar condições como diarreia viral bovina e Rinotraqueíte Infecciosa Bovina (IBR) e está sendo testado para verificação de fasciolose.

Na pesquisa secundária, o dispositivo foi usado para testar fungos e bactérias em cevada e sementes de batata. Há esperanças de que ele possa eventualmente ser usado para identificar a poluição em cursos de água. O sensor já foi patenteado na Irlanda, Europa e Estados Unidos, e O'Riordan espera que o produto seja lançado no mercado até o final de 2019.

"Até agora, o sensor mostrou resultados bem-sucedidos na detecção de doenças em bovinos, principalmente no setor lácteo, e acelerou a maneira como lidamos com esses surtos de infecção", disse. Embora o programa de testes tenha sido principalmente em rebanhos leiteiros, o dispositivo pode ser usado para identificar todos os tipos de doenças e infecções com bovinos em geral e com ovelhas. (Canal Rural)

ANTT atualiza tabela do frete
A Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) publicou no Diário Oficial da União (DOU) os novos preços para o frete, com redução que varia de 1,2% a 5,32%. A alteração ocorreu por conta do disposto que instituiu a política nacional de pisos mínimos para o transporte rodoviário de cargas. A lei determina que a tabela seja reajustada sempre que preço do óleo diesel tenha oscilação superior a 10%. De acordo com os novos valores, o preço mínimo do frete para carga geral caiu de R$ 2,16 para R$ 2,11 até cem quilômetros, considerando um caminhão com três eixos. A mudança se deu por causa de variação no preço do óleo diesel no fim de outubro. Ontem, 75 entidades enviaram ao presidente eleito Jair Bolsonaro carta aberta contra o tabelamento, instaurado pelo governo de Michel Temer após a paralisação dos caminhoneiros em maio. Segundo elas, a medida pode trazer de volta "fantasma" do tabelamento, usado na década de 1980. (Zero Hora)

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *