Pular para o conteúdo

Produção de leite da Nova Zelândia caiu 6% em fevereiro

10/04/2015

A produção de leite na Nova Zelândia caiu em 6% em fevereiro, comparado com o mês anterior, para 1,861 milhão de toneladas contra 1,973 milhão de toneladas em fevereiro de 2014, de acordo com dados da Dairy Companies Association of New Zealand (DCANZ). A seca vem impactando as condições de pastagem do país, à medida que a produção de leite se encaminha para a queda sazonal. Entretanto, as preocupações com a seca vem caindo, de acordo com alguns relatórios do mercado.

O leilão da Fonterra, Global Dairy Trade, tem visto flutuações de preços por causa desses desenvolvimentos, aumentando em quase 20% em fevereiro antes de cair em uma margem similar em março/abril. Isso mostra o quanto os desenvolvimentos da seca na Nova Zelândia podem ser chave para os compradores se tornarem mais ativos no mercado nos próximos meses.
A correção de preço segue a mudança na previsão de produção da Nova Zelândia, à medida que os mercados inicialmente temiam o pior após a declaração de seca. De acordo com o economista rural, Nathan Penny, do banco ASB, a Fonterra foi particularmente pessimista no começo do ano, quando sinalizou uma queda prevista de 3,3% em sua produção para a estação.
Ele disse em contraste que o ASB manteve sua previsão de produção para todo o país (incluindo todos os processadores) de se manter estável para a estação, o que equivale a uma queda de cerca de 1% para a Fonterra.

Gráfico 1 - Produção de leite da Nova Zelândia

amoresimperfeitos
Fonte: DCANZ

“Nós estranhamos como a Fonterra estava tão pessimista no começo da estação. A partir dessa perspectiva, suspeitamos que o pessimismo no começo da estação contribuiu para a subsequente volatilidade de preços, particularmente uma vez que os mercados perceberam que a previsão de produção simplesmente não era tão ruim”.
Além disso, Penny disse que os mercados podem ter interpretado errado as implicações da declaração oficial de seca para partes da Ilha do Sul. “O critério para declaração de seca inclui a capacidade da comunidade em lidar socialmente e economicamente com isso. Então, a declaração pode ter refletido a queda nas receitas pelos baixos preços do leite, tanto quando da menor produção devido à seca”. (Agriland)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *